4/03/2009

O poder do observar

O poder da observação e a sensibilidade de sentir o próximo é um privilégio para poucos. Todos têm a capacidade de observar. Contudo, a instantaneidade do viver é uma restrição ao olhar.

Aos que veem além do que está impresso nas vias materiais, está impregnada a capacidade de transmutar um estado perene. São eles, com observações pontuais, que rompem o invólucro do ser.

Sinto falta de pessoas assim: dispostas a expor o seu olhar, de debater e redebater tudo outra vez; em acrescentar algo ofuscado por uma visão individual, viciada por anos de existência. A você, de visão ampliada, o meu obrigado.

Foto.

2 comentários:

Di disse...

O bom é que a sensibilidade de todo mundo pode ser ampliada, é só a pessoa querer.

Fezzoka disse...

A gente deve olhar várias vezes e por vários angulos.. mas o preconceito é mais rápido.. e julgamos muito antes de analisar..

Aquela coisa toda de ver além..

Ahh, muito obrigada pela visita lá no blog!